Tópicos | Eurico

Mais um projeto de lei de autoria do deputado federal Pastor Eurico (PHS), desta vez, visa defender os animais. A proposta tem como objetivo coibir a "prática abusiva" em alguns rituais religiosos prevendo detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem cometer “ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, em virtude da realização de rituais religiosos”.

O parlamentar ressaltou que é preciso proteger os animais. “E não submetê-los à crueldade, o que acontece nos rituais religiosos, onde os animais continuam sendo sacrificados, apesar de haver proibição legal”, ressaltou.

##RECOMENDA##

Eurico explicou que o projeto não interfere na liberdade de crença e culto, mas salientou que o direito à liberdade religiosa não pode permitir uma conduta que ameaça a fauna. “Apesar de já haver previsão legal e constitucional para se proibir quaisquer formas de maus-tratos. As práticas o sacrifício animal é realizado por conta da má interpretação da liberdade de culto e de crença”. 

De acordo com a a matéria, caso ocorra a morte do animal, a pena será aumentada de um sexto a um terço. 

 

Ao comentar um suposto projeto que visa criminalizar a evangelização na Bolívia, o deputado federal Pastor Eurico (PHS) aproveitou para fazer uma declaração duvidosa para muitos, diante do atual cenário político brasileiro. O parlamentar falou que há uma bíblia exposta na mesa diretória da Câmara dos Deputados e que a escritura sagrada está sendo “honrada e respeitada” na Casa.

“Graças a Deus que nós brasileiros escapamos desse tipo de governo e precisamos lutar para que nunca mais volte até porque o Brasil é um país onde nós temos a liberdade religiosa, temos os símbolos religiosos que são respeitados. Aqui, no plenário desta Câmara, onde estou agora na mesa diretora da Câmara dos Deputados, nós temos aqui a bíblia presente. A bíblia que é a palavra de Deus, que aqui está sendo honrada e respeitada, embora algumas pessoas não concordem, não aceitem, mas ela está respaldada por lei e vai continuar”, declarou por meio de vídeo divulgado em seu Facebook.

##RECOMENDA##

O parlamentar falou que na Bolívia está acontecendo “o absurdo da perseguição religiosa”. “Uma decisão que está sendo tomada na Bolívia, nessa república esquerdopata bolivariana, que busca atingir as instituições religiosas. Por incrível que pareça, querem criminalizar qualquer pessoa que convide alguém para participar de uma organização religiosa e com uma pena de 7 até 12 anos. Isso é um absurdo”.

Eurico ainda disse que esperava que algumas pessoas, sem citar nomes, não queiram copiar essas ideias para o Brasil. “Aí vai um aviso: se alguém tentar fazer isso, nós lutaremos aqui para defender a bíblia, a palavra de Deus. Defender as instituições religiosas porque nós estamos como representantes delas aqui. Estamos como representantes do povo de Deus. Saibam disso”, frisou.

“Eles tentam calar a voz, tentam parar a marcha das igrejas, mas não vão conseguir porque quem está conosco é maior do que quem está com eles. O Brasil pertence ao senhor Jesus e você meu irmão, minha irmã, pode contar conosco. Estaremos aqui, aguerridos, como soldados em batalha lutando em favor desses princípios”, avisou.

Apesar de falar que a bíblia é honrada na Câmara, em novembro do ano passado, o Pastor Eurico chegou a dizer que “lamentavelmente” algumas lideranças se corrompem, inclusive no segmento evangélico. Na ocasião, ele se referia à votação da denúncia envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB).

Perseguição religiosa

O deputado federal Marco Feliciano (PSC) também se pronunciou sobre o assunto em vídeo publicado no Facebook. “O líder comunista, amigo dos camaradas Fidel Castro, Hugo Chaves, Lula da Silva e José Dirceu, Evo Morales, que tentam se perpetuar no poder através de maracutaias legislativas diante da reação contraria da igreja cristã, em particular as evangélicas, propõe agora uma total quebra dos princípios constitucionais", criticou. 

Segundo Feliciano, católicos e evangélicos estão se unindo. “Vou solicitar à mesa da Câmara dos Deputados que oficie as autoridades diplomáticas para que pressione o governo de Evo Morales para que cesse à perseguição religiosa e reveja as mudanças na legislação”.

 Ele ainda disse que ia pedir a Deus para que ajude os cristãos bolivianos. “Acordem, cristãos. O mau vem com sapatinhos de algodão, sorrateiramente vem entrando em nossas casas, escolas, governo e para isso é preciso resistir. Que a Bolívia seja livre para que o evangelho seja pregado porque a liberdade de culto é algo que há dentro do ser humano como um dos seus maiores direitos individuais. Lá não podemos interferir a não ser com nossas orações, mas aqui no Brasil, esses governos que passaram e querem voltar, a intenção deles é fazer aqui a mesma coisa e nós não vamos deixar fazer”.  

 

O deputado federal Pastor Eurico (PHS) fez uma declaração, durante comissão especial que analisava a possibilidade de licença-maternidade especial para bebês prematuros, em tom incisivo ao falar sobre aborto. “Defender aborto é uma ação, gostem ou não gostem, aceitem ou não aceitem, satânica, diabólica, destruidora e de espírito de matança de crianças”, disparou.

Pastor Eurico disse que a vida existe desde a fecundação. “A vida, para nós que não defendemos o aborto, existe desde a concepção. Houve a fecundação, é vida. Acabou. Não vem com outra conversa. Não vamos aceitar isso não tem nada a ver com religião coisa nenhuma, isso é posição. E dizer que as mulheres do Brasil são favoráveis isso é mentira. O Brasil não defende aborto”. 

##RECOMENDA##

O parlamentar, com um objeto na mão em formato de um feto, falou que o mesmo não tem direito de defesa. “É um miserável. Gente, por favor, onde está o amor pelas mulheres e onde fica o amor pelas crianças? Nós queremos o bem das mulheres, não somos favoráveis a essa destruição em massa de inocentes. Respeitamos a todos. Exigimos respeito de cada um. Que as crianças possam ser protegidas desde a sua fecundação”, ressaltou. 

“Sou qualificado como fundamentalista, mas hoje fui promovido para insano, doido, débil mental e sem juízo. Se defender a vida é ser insano, eu quero morrer insano. Se defender as mulheres na sua essência como nós defendemos é ser insano, eu vou morrer insano”, declarou.

O deputado ainda falou que é um “absurdo” o que algumas novelas retratam. “Uma das personagens orienta o seu filho espancar uma mulher, forçar ela a atender os seus caprichos em nome de um jogo financeiro. Cadê as mulheres que defendem as mulheres?”, indagou. 

 

O deputado federal Pastor Eurico (PHS), que é membro da bancada evangélica da Câmara dos Deputados, alfinetou os próprios colegas ao falar sobre a votação da denúncia envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB). “Lamentavelmente algumas lideranças se corromperam, inclusive no segmento evangélico, e a prova é a votação da segunda denúncia contra Temer. A base não queria que ela fosse rejeitada”. 

O pernambucano contou que existe uma divisão na Frente Parlamentar Evangélica (FPE). O deputado falou sobre “o preço a ser pago” por fazer parte de um grupo dos parlamentares que tiveram “coerência”. “Eu sempre voto de acordo com a minha consciência, dento dos princípios que norteiam os nossos valores cristãos”, assegurou em entrevista ao portal Gospel Prime. 

##RECOMENDA##

“Fico preocupado e lamento por aqueles que têm se dobrado aos caprichos e cedido às oferendas. A sociedade tem visto que as coisas tendem a ir por um caminho ruim. Se cumpre aquilo que dizem alguns, tornam-se todos farinha do mesmo saco. Respeito as posições contrárias, mas é bom termos cuidado. A população e a mídia estão aí divulgando [os votos]”, alertou Eurico. 

O pastor salientou que não se intimida por ter sido a favor do afastamento de Temer e rebateu uma suposta declaração do deputado Darcísio Perondi (PMDB), que segundo Eurico, falou que os que ficaram contra o presidente deverão ficar a “pão e água”. 

“Esse elemento [Perondi], falando em nome do governo Temer, nos ameaça dizendo que aqueles que votaram contra devem ficar a pão e água. Bem, se fazer o que é correto, buscar manter a nossa linha como verdadeiros cristãos, então viveremos a pão e água. Uma coisa é certa: Deus cuidará de nós”. 

O segredo de Nonato (Silvero Pereira) finalmente será descoberto por Eurico (Humberto Martins). Ao ir assistir um desfile de uma marca de lingerie, o empresário irá se deparar com motorista montado de Elis Miranda e se apresentando no palco. O patrão ficará impressionado com o talento da cantora, sem reconhecer inicialmente que se trata do seu funcionário. Quando a ficha cair, Eurico não conseguirá esconder sua perplexidade com a descoberta, que terá consequências.

Depois da revelação, a homofobia do empresário fala mais alto e ele não pensará duas vezes antes de demitir Nonato, segundo o colunista Leo Dias. No entanto, nem tudo está perdido para o motorista. No final de A Força do Querer, o transformista conseguirá realizar seu sonho de fazer parte do Divina Divas. 

##RECOMENDA##

[@#video#@]

As cenas finais da drag queen já foram gravas e contarão com uma homenagem especial para Rogéria, que faleceu em setembro, aos 74 anos. De acordo com a jornalista Keila Jimenez, antes de morrer, Rogéria havia acertado uma participação na novela, mas terminou adoençendo. Na cena que irá homenageá-la, algumas fotos suas irão aparecer em um telão durante o show de Elis Miranda para o Divinas Divas.

LeiaJá também

--> A Força do Querer: após reviravolta, Ritinha acaba solteira

--> Zeca e Jeiza devem ter final feliz em A Força do Querer

--> No fim de A Força do Querer, Cibele se casa com ela mesma

O deputado federal Pastor Eurico (PHS) utilizou a Câmara dos Deputados para repudiar um restaurante localizado no Recife que, segundo ele, incita as pessoas ao ódio contra os judeus. De acordo com o parlamentar, o nome do local é Papaya Verde e contém "frases de efeito" e gravuras fazendo uma "apologia à violência". 

“Repudio a atitude tomada pelo restaurante Papaya Verde lá no Recife. Esse restaurante é de propriedade de pessoas oriundas da Palestina e eles fazem uma verdadeira apologia à violência contra os judeus em frases de efeito colocadas na entrada do restaurante como também gravuras. Isso incitando as pessoas ao ódio contra os judeus acusando os judeus de prática de genocídio”, contou.

##RECOMENDA##

O parlamentar falou que isso tem causado “uma certa revolta” entre as pessoas que chegam no local. “Ficam admirados perguntando como funciona a questão da legislação no Brasil quando é proibido esse tipo de prática. Então, registramos aqui o nosso repúdio a essa atitude do restaurante Papaya Verde e essa agressão também aos judeus, aos quais nós devemos honrar e respeitar, tanto palestinos quanto os judeus. Não podemos concordar que eles façam isso com o povo judeu”. 

A Aliança Palestina – Recife, por meio do seu Facebook, divulgou a nota de um dos sócios do estabelecimento, João Asfora. Ele destacou que não tem medo e que não abre mão do seu direito à livre expressão. “Sim, sou palestino brasileiro. Tenho orgulho por minhas pátrias e não sou surdo ao sofrimento do meu povo. Não aceito o governo genocida israelense do mesmo jeito que não aceito o estúpido governo golpista do Brasil. E isso não me torna um criminoso. Quanto a ser chamado de anti-semita dou isto por ignorância já que o povo palestino como o povo hebreu são semitas, ou seja, tem a mesma origem. Perseguir palestinos e caluniá-los é anti-semitismo” diz uma parte da nota. 

Asfora também se explicou sobre os adesivos do restaurante. “Os adesivos, tidos como ofensivos, expressam a minha luta pacífica pelos direitos deste povo que sofre todo tipo de violência de um regime abusivo de apartheid. Quanto ao uso da palavra genocídio nos adesivos, quem disser que não existe um genocídio nessas incursões israelenses na faixa de gaza é no mínimo cego ou mal intencionado”. 

“Em toda minha vida, jamais tratei mal qualquer cliente do restaurante seja ele muçulmano, judeu, umbandista, espírita ou evangélico. Sempre fui ativista das causas dos oprimidos e explorados e, em especial, da causa do povo palestino (...) Tenho muitos amigos judeus, negros, árabes, africanos e asiáticos e os amo muito, mas não tenho amigos reacionários e odientos. O ódio e a raiva não me acompanham”, continuou a se defender. 

 

 

 

 

 

Como havia previsto o técnico Alexandre Gallo, na entrevista coletiva após o jogo contra o Luverdense, o Náutico ganhará um reforço para a partida com o Atlético-GO, neste sábado (2), às 16h, no Serra Dourada. Trata-se do atacante Taiberson, que foi liberado pelo departamento médico alvirrubro e está à disposição para retomar as partidas oficiais. 

O problema de Taiberson foi uma lesão muscular na coxa sofrida no jogo contra o Vasco, no dia 14 de junho, pela 9ª rodada da Série B. Até então, o atleta vinha aparecendo com peça de confiança de Gallo e, agora, tende a contribuir para que o treinador reassuma a configuração tática que vinha adotando, deixando os improvisos menos recorrentes.

##RECOMENDA##

Com relação ao restante do departamento médico, o volante Eurico também está próximo de ficar novamente à disposição. Nesta quinta-feira (30), o jogador realizou trabalhos físicos e passa por processo de transição para voltar a jogar. Afora ele, Gallo também vive a expectativa do retorno de Maylson, que vinha sendo destaque da equipe no torneio.

Na expectativa de ser titular pela primeira vez no Náutico, diante do Paraná, neste sábado (11), às 16h, na Arena Pernambuco, o volante Eurico enxerga a partida como oportunidade para fazer mais um bom resultado e intimidar os adversários seguintes por conta do moral elevado na competição. Nesse contexto, o atleta pede o apoio da torcida, que pouco tem comparecido no estádio, quantitativamente falando.

“Com todo respeito ao Paraná, temos de ganhar, para subir ainda mais na tabela e seguir na competição com mais moral ainda. Assim, as equipes passarão a nos respeitar cada vez mais, dentro e fora de casa”, avalia o volante. No momento, o Náutico abre o G4, com 13 pontos somados em sete rodadas disputadas.

##RECOMENDA##

Para chegar ao objetivo traçado, Eurico considera essencial o apoio das arquibancadas. “Entendo que é difícil o acesso à Arena Pernambuco, mas queria convidar a torcida a comparecer para nos empurrar rumo à vitória. Isso sempre fez a diferença para o Náutico. Estamos indo bem com pouco público, então, se essa média aumentar, nos tornamos quase imbatíveis em casa”, convoca. 

 

O volante Eurico, de 22 anos, chega ao Náutico em busca da conquista do acesso e do título da Série B. O jogador revelado pela base do Cruzeiro em 2014 tem boas passagens pela seleção de base e foi bronze no Pan-Americano de Toronto, em 2015. "Gallo me disse que o grupo era bom. Também falou da estrutura que oferece com coisas muito boas. E da torcida maravilhosa que o Náutico tem", declarou.

Eurico é primeiro volante de origem e se descreve "marcador e com boa saída de bola, passes longos e finalizações ao gol". O atleta foi comandado por Alexandre Gallo na Ponte Preta neste ano durante o Estadual. O jogador fez apenas três jogos na Macaca na fraca campanha que culminou em eliminação na primeira fase, mas chamou a atenção do então técnico e a parceria é retomada agora no Náutico.

##RECOMENDA##

"Tive a oportunidade de trabahar com (Alexandre) Gallo na Ponte Preta, no clube passado. Ele é um treinador de muita qualidade, de extrema competência, que sabe levar o time e tem o grupo na mão dele. Acho que ele tem tudo para certo. Vamos em busca do acesso, o sonho do Náutico", conta o volante.

O elenco do Náutico conta com outros seis jogadores para a posição: João Ananias, Cal Rodrigues, Eduardinho, Niel, Rodrigo Souza, Ygor e Maylson. Recém-chegado, Eurico assistiu algumas das últimas partidas do Timbu e reconhece que a briga por titularidade será grande: "Acompanhei e sei que temos volantes com excelente qualidade: Rodrigo Souza, Ygor, o da base Cal, que deu assistência contra o Salgueiro, é um garoto muito bom. Então acho que vai ser difícil. A gente sabe que Gallo vai fazer a melhor escolha por quem estiver no momento melhor, porque ele tem competência para isso".

O atleta está regularizado, relacionado e a estreia de Eurico deve ser realizada já nesta terça-feira (17), em jogo contra o Vila Nova, às 21h30, na Arena Pernambuco. É a primeira partida do Timbu pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2016. Outros dois atletas que devem fazer a primeira partida são o volante Maylson e o lateral esquerdo Mateus Muller.

Depois da campanha que frustrou a torcida no estadual, o Náutico iniciou uma reformulação na equipe já durante os primeiro dias de Alexandre Gallo na equipe, primeiro com a dispensa de quatro peças, Gil Mineiro, Eduardinho, Daniel Morais e Thiago Santana e agora com a chegada de quatro caras novas ao alvirrubro. O lateral Mateus Muller, os volantes Eurico e Maison e o atacante Taiberson foram confirmados pela diretoria e chegam ao Timbu com o aval do comandante.

“Conheço esses atletas que já vieram, o Mateus foi atleta meu na seleção sub-20. É um atleta do Palmeiras, que teve um problema no pé em 2014 e não jogou o sul-americano, mas já tinha sido convocado outras vezes, ele é técnico, tem boa finalização e bom passe. O Mailson fez um bom paulista pelo Red Bull, é um segundo volante de qualidade. O Eurico trabalhou comigo na Ponte, ele pertence ao cruzeiro, é um segundo volante técnico que convoquei para seleção no Pan Americano. É uma joia que surgiu com muita qualidade e que bate bem na bola, gostei de trabalhar com ele. Já o Taiberson tem muita velocidade é um jogador que tem um histórico de algumas lesões, mas que estamos buscando equilíbrio nele. Confio no trabalho do Elliot,  já detectamos o problema dele e em uma semana no mais tardar 10 dias estará pronto para ajudar”, analisou Gallo.

##RECOMENDA##

As contratações do alvirrubro, no entanto, não devem parar por aí. O próprio técnico já avisou que espera por mais reforços para o Brasileiro e acredita que cheguem com maior intensidade a partir de segunda após o término dos estaduais.

“Números não vamos falar porque ficamos refém do mercado e do que se apresenta. Temos um limite e às vezes tentamos alguém e ele ultrapassa esse limite. Passei de cinco a seis nomes para cada posição para diretoria e vamos ver. O mercado está complicado, custa caro montar ou remontar as equipe depois do estadual porque todo mundo está correndo atrás e temos dificuldades nessa composição financeira, mas estamos tentando trazer o melhor” comenta.

 

Adriano ‘Imperador’

Segundo Alexandre Gallo, a possível contratação do atacante ainda não foi tratada junto a ele pela diretoria. O atacante que voltou a jogar há poucos dias estaria disposto a abrir negociação com os alvirrubros, porém o técnico não mostrou muita empolgação para a vinda do atacante lembrando do período que ele passou sem jogar. “Não vou antecipar nada até  porque a diretoria ainda viria conversar comigo. Mas, é um atleta que está muito tempo parado e ainda não parei para fazer uma análise específica dele. Foi apenas uma especulação e estamos buscando outros nomes”, pontuou.

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando